Como o Arco Iris é Formado

26/10/2015 20:42

Como o arco-íris é formado?

O arco-íris sempre teve uma importância cultural e até mesmo religiosa, servindo como um sinal de paz, felicidade, amor e boa fortuna. A mitologia irlandesa afirma que no final de um arco-íris há um grande pote de ouro. Na verdade, você não pode nunca atingir fisicamente o fim de um arco-íris. Isso é piada do leprechaun.

Essas exibições coloridas de luz têm desempenhado um papel em várias tradições, porque são visualmente muito deslumbrantes. No entanto, eles não são o produto de algo mágico ou complicado. A sua criação é o resultado de alguns processos simples que ocorrem na atmosfera da Terra. Os arco-íris envolvem alguns dos mesmos princípios que criam outras telas ópticas fantásticas no céu, como o nascer e o pôr do sol.

Os dois elementos principais de um arco-íris em larga escala são a luz solar e gotas líquidas de água na atmosfera da Terra. Quando a luz do sol entra numa gota de água, ela é refratada, ou curvada, à medida que passa pela água. A refração da luz é parte do motivo de uma imagem ficar distorcida quando se olha para ela por um copo de água.

Quando um arco-íris é criado, a luz que entra na gota é refratada em ângulos diferentes, dependendo do comprimento da onda. Uma vez que o comprimento de onda da luz visível está diretamente relacionado à cor que observamos, esta essencialmente dispersa o espectro de luz visível em faixas de cores diferentes. Quando a luz é refletida de volta para o outro lado da gota de água, um arco-íris é formado. Portanto, faz sentido que você (o observador) deva estar em um local entre o sol e as gotas de água e que precisa estar em um ângulo de visão específico (em torno de 42 graus para a maioria dos arco-íris) a fim de poder observar o arco-íris. Não adianta tentar encontrar o pote de ouro. O arco-íris parecerá se afastar enquanto você se aproxima dele.

Os pingos de chuva são circulares, então por que não o arco-íris não é circular? A Terra fica no caminho. É por isso que vemos um arco em vez de um círculo completo. A outra metade da luminosidade colorida é bloqueada pelo chão. Em um ângulo de sol mais baixo, você pode capturar uma parcela maior do círculo.

Alguns dos diferentes tipos de arco-íris que ocorrem:

Arco-íris duplo composto de um arco-íris primário, com vermelho na parte superior, violeta no interior e um arco-íris invertido acima dele com o vermelho no interior e violeta do lado de fora. Isso é causado pela reflexão da luz dentro de duas gotas de água.

Os arco-íris gêmeos são extremamente raros e passam por um processo mais complicado. Esses pares coloridos originam-se da mesma base, mas devido a pingos de chuva caindo em várias velocidades e tamanhos, dois arcos são vistos juntos. Ao contrário do arco-íris duplo, as cores dos arcos gêmeos permanecem na mesma ordem.

O arco-íris branco tem um padrão de desenvolvimento semelhante à maioria dos arco-íris, mas as gotas de água são muito menores e finas. Isso faz com que as cores venham a ser relativamente fracas, mas possam aumentar em brilho se houver luz solar suficiente para se acrescentar à mistura. Um processo semelhante ocorre quando a luz solar passa pela névoa na base de uma cachoeira. O arco-íris lunar também é uma possibilidade, mas é difícil para os humanos perceberem as cores na iluminação muito fraca, de modo que muitas vezes não podemos vê-los.

Curiosidades sobre o arco-íris

  • O observador deve ter suas costas voltadas para o sol a fim de ver um arco-íris de forma clara. Isso ocorre porque o arco de um arco-íris fica diretamente na direção oposta ao sol.

  • Os arco-íris primários sempre apresentam as mesmas cores visíveis, de cima para baixo: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta. As cores só aparecem em bandas por causa da incapacidade do nosso cérebro captar todo o espectro de cores que a luz produz. Nenhuma das bandas realmente existe, o arco representa uma transição suave em todos os comprimentos de onda do espectro visível.